Notícias > De Olho em Brasília, Reforma Trabalhista, Vida do trabalho

Imagem

Setor têxtil prevê aumento na produção em março

Os dados constam de pesquisa de conjuntura da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), feita no início de fevereiro com 400 representantes do setor.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em janeiro, a produção física do setor têxtil cresceu 9,1% em comparação ao mesmo mês de 2017. A produção de confecção cresceu 5,3% na mesma base de comparação.

Em janeiro de 2018, o setor registrou 8.271 novos postos de trabalho com carteira assinada, de acordo com dados do Ministério do Trabalho. Em janeiro de 2017, o setor havia criado 6.503 vagas.

Para a Abit, os dados confirmam o movimento de recuperação do setor, visto ao fim de 2017. Em relação a vendas, 70% dos entrevistados pela Abit na pesquisa esperam aumento em fevereiro e março, em comparação ao mesmo intervalo de 2017.

Ainda segundo o levantamento, 79,52% das empresas pretendem manter ou ampliar os investimentos em fevereiro e março. Desse total, 44,58% dos respondentes planejam manter o mesmo nível de investimentos de igual período de 2017. Outros 34,94% têm intenção de investir mais. Em relação ao nível de emprego, 74,7% das indústrias vão manter estável o número de empregados no período.

Fonte: Valor Econômico

Comente esta notícia