Notícias

Imagem

CENTRAIS SINDICAIS PREPARAM DIA DE LUTA PELO EMPREGO

A próxima reunião de organização será dia 11

Dirigentes das Centrais -  Força Sindical, CUT, UGT, CTB, Intersindical, Nova Central e do Dieese - se reuniram na quarta-feira, na sede do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, para preparar um dia nacional de luta pelo emprego e organizar as formas de manifestações.
 
“O desemprego é alarmante, é um problema social gravíssimo provocado pela crise, pela falta de medidas econômicas e de políticas públicas, que está jogando milhares de famílias nas ruas”, afirmou  Miguel Torres, presidente da Força Sindical, do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes e da CNTM.
"É importante mobilizar a sociedade por mais empregos", diz João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força.
 
Na reunião, o Dieese apresentou alguns números da situação: 13 milhões de desempregados; 32%  dos desempregados são jovens com idade entre 18 e 24 anos; 52% dos desempregados são mulheres; 25 milhões são subocupados.
 
Pesquisa do Dieese em parceria com a Fundação Seade mostra que o tempo para encontrar um novo emprego é de 47 semanas – quase 12 meses.
 
De acordo com os dirigentes, as entidades não estão discutindo somente reivindicações da classe trabalhadora e do movimento sindical, mas de toda a sociedade.
 
A pauta de mobilização das Centrais Sindicais também envolve a defesa dos direitos trabalhistas e sociais, da aposentadoria, de salário digno.

Fonte: Força Sindical

Comente esta notícia