Notícias > Contribuição Sindical, Reforma Trabalhista

Imagem

Luta da Força contra atos antissindicias é destaque em Audiência Pública do Ministério Público do Trabalho em Londrina

Durante o evento que ocorreu na sede dos Metalúrgicos de Londrina, foi reproduzido um vídeo que mostra a longa trajetória de luta do Sindicato no combate aos abusos

Com o tema de Defesa da Liberdade Sindical o Ministério Público do Trabalho (MPT-PR) promoveu na manhã desta quinta-feira (23) mais uma Audiência Pública para que trabalhadores e líderes sindicais pudessem fazer suas denúncias de abusos dentro de suas empresas. O local escolhido para a Audiência foi a sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Londrina, filiado à Força Paraná e a Fetim, considerado um dos pioneiros nas denúncias de práticas antissindicais no estado. 

Durante o evento, os diretores metalúrgicos da Força Paraná estiveram presentes e participaram ativamente do andamento da audiência. Na abertura do evento, o presidente da entidade, senhor Sérgio Butka, mais uma vez cobrou uma reflexão de todo o movimento sindical paranaense.

“O movimento sindical precisa ficar um pouco mais do lado do MPT neste momento. Precisamos para um pouco de achar que o ataque que o governo que aí está fez foi só aos direitos do trabalhador. Estamos no mesmo barco do MPT e a Justiça do trabalho, é uma tentativa orquestrada de destruir todos aqueles que protegem o trabalhador. Se não nos unirmos mais, vamos todos afundar juntos”, destacou Butka.

O presidente destacou ainda que muitas das lutas que as entidades estão travando agora, os metalúrgicos já brigavam na década de 80. Questões como alternativas de custeio, representação apenas daqueles que de fato queriam ser representados e fim da perseguição aos diretores foram bandeiras de lutas antes mesmo da constituinte, como mostrou o vídeo exibido na abertura do evento.

Na Audiência os metalúrgicos ainda levaram novas denúncias de práticas antissindicais que têm encontrado nas portas de fábrica do Paraná. Interditos proibitórios, perseguição policial durante as assembleias e demissões irregulares foram só algumas das denúncias levadas pelo Sindicato.

Clique AQUI Assista aqui como foi a audiência em Londrina.

Fórum Estadual em Defesa da Liberdade Sindical

A Audiência Pública do MPT em Londrina também integrou a programação do Fórum Estadual em Defesa da Liberdade Sindical, uma iniciativa também do MPT em parceria com as centrais sindicais. O Fórum também foi realizado na sede dos Metalúrgicos de Londrina durante a tarde desta quinta-feira. No Fórum foram debatidos o Futuro do Movimento Sindical e questões sobre novas alternativas do custeio das entidades. Também foram temas de debate os aspectos teóricos e práticos da antissindicalidade e como combater estas atitudes.

O evento da tarde também contou com a forte presença dos metalúrgicos e também com participação do advogado da Força Paraná, Dr. Iraci Borges, que mostrou como foi a união dos sindicatos foi importante para que se fizesse uma constituição que garantisse a Liberdade Sindical e como essa mesma união pode servir de exemplo neste momento de perseguição que o movimento vive.

Clique AQUI para assistir a reunião do Fórum Estadual em Defesa da Liberdade Sindical.

Veja as fotos dessa notícia

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Comente esta notícia