Notícias > De Olho em Brasília

Imagem

"Cercado de empresários e sem diálogo com trabalhadores, Bolsonaro ameaça equilíbrio da relação Capital e Trabalho"

Por Sérgio Butka*

Em transição com o governo Temer, Bolsonaro dá passos perigosos na relação entre Trabalho e Capital. O presidente eleito tem se cercado cada vez mais por empresários e até o momento não abriu diálogos com os trabalhadores. Um caminho que, se aprofundado de fato, ameaça as principais engrenagens que movem a economia do país.

Em uma sociedade em pleno funcionamento, Capital e Trabalho existem juntos e convivem bem, de forma equilibrada. Afinal, um precisa do outro para cumprir sua missão. É como uma balança, quando um lado pesa mais do que o outro a coisa vai mal, a economia patina e o país deixa de avançar. Para que isso não aconteça é de fundamental importância que o presidente seja o fiel da balança, pegue as rédeas e assuma o controle, dando voz e espaço tanto aos empresários, quanto aos trabalhadores. 

Um governo que se pauta apenas por um lado, seja ele qual for, acaba com as chances de colocar o Brasil nos trilhos. Sem diálogo entre empresários e trabalhadores o desemprego continua, a crise se agrava e o bolso de todos fica vazio! E isso ninguém quer! 

Para que isso não aconteça, Bolsonaro precisa ser certeiro neste momento, como um bom juiz. É ele quem deve mediar esse diálogo e agir de forma justa, para que todos (governo, patrões e trabalhadores) saiam ganhando. Afinal, não dá para tomar uma decisão justa sem olhar o Brasil por todos os ângulos e não vai ser cercando-se apenas de empresários que isso será feito. 

Precisamos caminhar juntos urgentemente, pelo bem do Brasil!

 

*Sérgio Butka é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná e da Força Sindical do Paraná.

Categorias:

Comente esta notícia