Notícias

Imagem

Fim do abono salarial (PIS) é inadmissível!! 

Por Sérgio Butka*

Tem gente propondo que o novo presidente Jair Bolsonaro acabe com o abono salarial (PIS) do trabalhador. Proposta inadmissível! Cortar um DIREITO HISTÓRICO neste momento é um absurdo e representaria um retrocesso gigantesco para o nosso país.

Já temos quase 13 milhões de desempregados e pessoas com trabalhos informais. A renda destes brasileiros caiu, e sem o PIS, seriam R$ 19,2 bilhões a menos circulando na economia! Sem esse dinheiro, não há consumo; sem consumo, não tem produção! No final, o resultado disso é ainda mais crise e desemprego!

O abono também representa muito mais do que uma reposição do que ele perdeu com a inflação ou algo do tipo. O abono é pago para aqueles trabalhadores que recebem até 2 salários mínimos, ou seja, é pago para os trabalhadores que mais precisam de um avanço nos seus salários!

Por isso, propostas como essa que estão sugerindo ao presidente não podem vingar. O governo precisa agir com sabedoria neste momento tão delicado de retomada. R$ 19,2 bilhões circulando representam muito mais para o país. Se comprar a ideia destes aí e acabar com o PIS, só vai condenar ainda mais brasileiros ao endividamento. E povo endividado só significa uma coisa: MAIS CRISE PARA O BRASIL.


*Sérgio Butka é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná e da Força Sindical do Paraná.

Comente esta notícia